conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Jogos

A Plague Tale: Innocence – Um jogo diferenciado e maravilhoso | Review

A Plague Tale: Innocence me surpreendeu bastante, eu realmente achei que seria um jogo abaixo do esperado e para mim ele entra para a lista dos melhores jogos de 2019.

A Plague Tale: Innocence
Imagem: Divulgação/Focus Home Interactive

A Plague Tale: Innocence é um jogo perfeito para você. É um jogo de ação e aventura criado pela Asobo Studio e distribuído pela Focus Home Interactive. Este título é uma nova adição à lista de jogos dessas empresas e já pode ser jogado em PC, PlayStation 4 e Xbox One desde 14 de maio de 2019.

A Plague Tale: Innocence

Imagem: Divulgação/Focus Home Interactive

O jogo inicia de forma serena, sem dar pistas do que está por vir. Você assume o controle de Amicia, a filha de Robert de Rune e Beatrice de Rune, e Hugo, seu irmão mais novo, herdeiros do Reino de Rune. Durante um passeio com seu pai, Amicia se vê separada dele na floresta, onde testemunha uma horda de ratos avançando na sua direção. Confusa e assustada, ela decide retornar ao castelo, mas acaba se encontrando com soldados de outro reino e um cavaleiro um tanto peculiar – na verdade, membros da Inquisição. Presenciar a morte de seus pais pelas mãos da Inquisição leva Amicia e Hugo a uma fuga desesperada por suas vidas.

A Plague Tale: Innocence

Imagem: Divulgação/Focus Home Interactive

Amicia segue o destino indicado por seus pais, levando seu irmão junto, na busca por compreender os eventos tumultuados deste mundo bizarro, repleto de ratos e dominado pela Inquisição. Mesmo sem compreender completamente a situação, ela enfrenta soldados e enfrenta uma infestação de ratos em seu caminho.

Leia também: L.A. Noire – Interessante, mas é maçante | Review

Em resumo, A Plague Tale: Innocence apresenta uma narrativa intensa ambientada em um dos momentos mais sombrios da história da humanidade. A história se passa no século XIV, durante a Guerra dos Cem Anos e a Peste Negra, que dizimaram grande parte da população europeia.

Amicia e Hugo são os protagonistas centrais desta história. Amicia, em seu papel de irmã mais velha, assume a responsabilidade de proteger seu irmãozinho inocente e frágil, Hugo, enquanto embarcam juntos nessa grande jornada. Ela faz de tudo para garantir que Hugo não seja deixado para trás, e isso é evidenciado durante o jogo. Em diversos momentos, Amicia ajuda Hugo a superar obstáculos, seja ajudando-o a subir ou passando juntos de mãos dadas. O jogo consegue transmitir os sentimentos e aflições dos personagens de forma envolvente, fazendo com que os jogadores se sintam imersos na história e compartilhem o medo e a angústia de Hugo.

A Plague Tale: Innocence

Imagem: Divulgação/Focus Home Interactive

A jogabilidade de A Plague Tale: Innocence é excelente, oferecendo uma experiência leve e acessível. No entanto, é importante mencionar que o jogo carece de um menu para a escolha de artefatos, o que pode ser considerado uma desvantagem. No geral, a jogabilidade é fluida e contribui para a dinamicidade do jogo. O sistema de mira é bastante comum e oferece assistência em algumas situações.

Um elemento importante a ser destacado é a necessidade de jogar grande parte do jogo com ênfase na furtividade, pois isso é essencial para avançar na história. Muitos jogadores podem se perguntar como os inimigos são derrotados no jogo, e a resposta é que o fogo é uma ferramenta crucial. O fogo pode afastar os ratos, permitindo que o jogador se infiltre entre eles para alcançar seus objetivos. Um personagem com habilidades nesse aspecto desempenha um papel importante na jornada dos protagonistas. Quanto à movimentação dos personagens, ela é leve, embora ocasionalmente possa parecer um pouco rígida, lembrando, em alguns momentos, a movimentação vista em Heavy Rain.

A Plague Tale: Innocence apresenta gráficos notáveis, que podem variar significativamente em qualidade de acordo com as cenas. No entanto, de forma geral, o jogo possui uma aparência visual impressionante, repleto de efeitos visuais deslumbrantes que tornam difícil desviar o olhar durante a jogabilidade. Os detalhes são meticulosamente trabalhados, e o jogo apresenta um sistema de iluminação excepcional, juntamente com animações de alta qualidade. A qualidade gráfica do jogo é consistente tanto durante o dia quanto à noite, oferecendo uma experiência visual sensacional. No entanto, é importante observar que, em algumas partes do jogo, pode haver algumas variações na qualidade gráfica.

A Plague Tale: Innocence

Imagem: Divulgação/Focus Home Interactive

A trilha sonora e os efeitos sonoros em A Plague Tale: Innocence são verdadeiramente excepcionais. Cada ambiente que você explora no jogo é acompanhado por efeitos sonoros de alta qualidade que contribuem para a imersão na experiência. À medida que avança na história, você encontrará uma variedade de cenários distintos, o que mantém o jogo interessante, pois oferece uma diversidade de desafios e experiências únicas. A trilha sonora, por sua vez, é notável por sua calma e beleza, acrescentando profundidade às cenas e incentivando a atenção do jogador. O jogo se beneficia de uma atmosfera sonora rica, que contribui significativamente para a experiência geral.

Para concluir, eu altamente recomendo este jogo a todos os entusiastas de jogos que buscam uma experiência envolvente com uma narrativa de alta qualidade, jogabilidade sólida e visuais deslumbrantes. A Plague Tale: Innocence superou minhas expectativas, e considero-o um dos melhores jogos de 2019. Se você procura um jogo que o faça sentir-se imerso na história e na jogabilidade, este é definitivamente uma escolha excepcional.

Analisado no PlayStation 4

Gostou da análise? Deixe o seu comentário e me siga nas redes sociais!

Nota
  • História
  • Gráfico
  • Jogabilidade
  • Trilha Sonora
  • Efeitos Sonoros
  • Inteligência Artificial
4.5

Conclusão

Super recomendo este jogo para qualquer fã de jogos que fazem você se sentir dentro do jogo e que lhe dá uma história de qualidade, uma jogabilidade que não deixa a desejar e uma obra de arte gráfica. A Plague Tale: Innocence me surpreendeu bastante, eu realmente achei que seria um jogo abaixo do esperado e para mim ele entra para a lista dos melhores jogos de 2019.

Nota
  • História
  • Gráfico
  • Jogabilidade
  • Trilha Sonora
  • Efeitos Sonoros
  • Inteligência Artificial
4.5

Conclusão

Super recomendo este jogo para qualquer fã de jogos que fazem você se sentir dentro do jogo e que lhe dá uma história de qualidade, uma jogabilidade que não deixa a desejar e uma obra de arte gráfica. A Plague Tale: Innocence me surpreendeu bastante, eu realmente achei que seria um jogo abaixo do esperado e para mim ele entra para a lista dos melhores jogos de 2019.

Escrito por

Olá, eu sou o Matheus. Atualmente estou graduando em Publicidade e Propaganda, atuando como CEO e Diretor de Criação na Araujo Media, Gerente Comercial da TFX LATAM e sou o Idealizador do portal Brazilian History.

Comentários
Espaço Publicitário
Espaço Publicitário

Você também pode gostar desses artigos

Resident Evil 3 Remake - Muito bom, mas poderia ser melhor | ReviewResident Evil 3 Remake - Muito bom, mas poderia ser melhor | Review

Jogos

Resident Evil 3 Remake oferece uma jornada emocionante e cheia de sustos!

Resident Evil 2 Remake - Uma atmosfera brilhante ReviewResident Evil 2 Remake - Uma atmosfera brilhante Review

Jogos

Confira a minha review de Resident Evil 2 Remake!

GTA Vice City: The Definitive Edition - O jogo continua quase perfeito | ReviewGTA Vice City: The Definitive Edition - O jogo continua quase perfeito | Review

Jogos

Confira o meu review de GTA Vice City: The Definitive Edition!

GTA III: The Definitive Edition - Melhoria gráfica, mas o jogo envelheceu mal | ReviewGTA III: The Definitive Edition - Melhoria gráfica, mas o jogo envelheceu mal | Review

Jogos

Confira a minha review de GTA III: The Definitive Edition!